Ouro fecha em queda, após resultados do payroll e com apetite por risco

O ouro fechou em queda nesta sexta-feira, 4, sofrendo com o maior declínio em uma única sessão em duas semanas, depois que o relatório de empregos (payroll) dos Estados Unidos mostrou resultados mais fortes do que o previsto e ressaltou a força da economia no país.

O contrato para fevereiro negociado na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), fechou em queda de 0,70%, a US$ 1.285,80 a onça-troy. Na semana, porém, o metal precioso acumulou ganho de 0,22%. O forte resultado do payroll de dezembro, para analistas, reforçou a saúde da economia americana, o que poderia fazer com que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) acelerasse a trajetória de aperto monetário. 

O apetite por ativos percebidos como arriscados, que prejudicou o ouro, também foi favorecido em meio a uma diminuição das tensões comerciais entre os EUA e a China, que retomarão tratativas comerciais na próxima semana.

Fonte: Dow Jones Newswires