Cobre opera em alta com dólar fraco antes de decisão do Fed

Os contratos futuros de cobre operam em alta na manhã desta quarta-feira, favorecidos pelo enfraquecimento do dólar antes da decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA). Às 9h (de Brasília), o cobre para três meses negociado na London Metal Exchange (LME) subia 0,84%, a US$ 6.006,00 por tonelada.

Na Comex, a divisão de metais da bolsa mercantil de Nova York (Nymex), o cobre para entrega em março avançava 0,39%, a US$ 2,6750 por libra-peso, às 9h34 (de Brasília). O índice DXY do dólar se desvaloriza nesta manhã, à espera da decisão do Fed, no fim da tarde. A aposta majoritária é a de que o Fed elevará juros pela quarta vez este ano, mas também sinalizar uma postura mais dovish (favorável à manutenção de estímulos) para 2019, o que tende a pressionar o dólar.

Entre outros metais básicos negociados na LME, o viés era majoritariamente positivo. No horário indicado acima, o zinco subia 1,21%, a US$ 2.544,50 por tonelada, o estanho avançava 0,31%, a US$ 19.200,00 por tonelada, o níquel tinha alta de 0,37%, a US$ 10.880,99 por tonelada, e o chumbo aumentava 0,69%, a US$ 1.971,50 por tonelada. Exceção no mercado inglês, o alumínio caía 0,26%, a US$ 1.921,50 por tonelada.

Fonte: Dow Jones Newswires