Após ganhos de ontem, cobre recua com possível realização de lucros

Os contratos futuros de cobre operam em baixa moderada nesta manhã, num possível movimento de realização de lucros após subirem ente 1,3% e 1,7% na sessão anterior em reação a sinais de avanços nas discussões comerciais entre Estados Unidos e China. Investidores acompanham o noticiário do Reino Unido, onde a primeira-ministra Theresa May enfrentará nesta quarta-feira um voto de desconfiança convocado por dissidentes do Partido Conservador que estão insatisfeitos com o acordo de Brexit que o governo britânico fechou com autoridades da União Europeia. A votação deverá começar às 16h (de Brasília).

Também no radar estão dados de inflação ao consumidor dos EUA a ser divulgados no fim da manhã. Os números virão antes da reunião de política monetária da próxima semana do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), que, segundo analistas, deverá elevar seus juros básicos pela quarta vez este ano.

Entre outros metais na LME, não havia tendência única. No horário indicado acima, o alumínio subia 0,10%, a US$ 1.938,00 por tonelada, o zinco diminuía 0,79%, a US$ 2.577,00 por tonelada, o estanho avançava 0,34%, a US$ 19.135,00 por tonelada, o níquel aumentava 0,33%, a US$ 10.780,00 por tonelada, e o chumbo recuava 0,08%, a US$ 1.976,00 por tonelada.

Fonte: Dow Jones Newswires