Tecnologia leva mais segurança aos caminhões fora de estrada

O que um sistema que alerta os motoristas de caminhões fora de estrada sobre a presença de objetos no trajeto tem em comum com uma ferramenta que detecta fadiga nos condutores durante a operação? Quem respondeu segurança acertou!

Alinhadas ao nosso valor “A vida em primeiro lugar”, essas duas iniciativas fazem parte do Programa de Transformação Digital e estão sendo implementadas em veículos da frota da Vale. O objetivo é contribuir com a prevenção de acidentes, aumentando a segurança dos condutores e das operações.

Em implantação desde janeiro nos caminhões fora de estrada que fazem o transporte de minério de ferro em Carajás (PA), o Sistema Alerta de Proximidade usa sensores para identificar objetos que estejam parados ou em movimento em um raio de até 500 metros. Quando isso acontece, por meio de avisos sonoros, a ferramenta informa ao motorista a distância do obstáculo mais próximo, evitando colisões.

Distância segura

Alerta de proximidade

Alerta em visão noturna

Detecção de fadiga

Outra iniciativa ligada à Indústria 4.0 que contribui para o aumento da segurança dos operadores é o Sistema de detecção de fadiga. Composto por óculos, ferramenta de análise e software de gerenciamento de informações, o equipamento roda na frota de caminhões fora de estrada que operam em Carajás desde 2016; nos caminhões de Serra Leste, desde 2017; e, em 2018, passou a estar presente nos veículos rodoviários que fazem o trajeto até a mina de Manganês, localizada a cerca de 30 km de Carajás.

“O motorista usa os óculos enquanto está dirigindo e, por meio do monitoramento da movimentação das pálpebras, o objeto detecta sintomas de fadiga a que o operador está sujeito em sua rotina de trabalho, emitindo um alarme sonoro de diferentes níveis, de acordo com o comportamento verificado. Nesse caso, o conselho que damos é que o motorista pare um pouco e realize uma ginástica laboral ou, até, seja desviado para outra atividade”, explica Arthur Pequeno. Desde que o sistema foi implantado, nenhum acidente relacionado à fadiga foi registrado em Carajás até o momento.

Fonte: Vale