MVV conquidta autorização do IMA para início das obras do projeto Serrote

A Mineração Vale Verde (MVV) deu mais um importante passo à construção da planta do projeto Serrote, instalado entre os municípios de Craíbas e Arapiraca, com o recebimento da Autorização de Supressão Vegetal emitida pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA) de Alagoas.

O documento foi entregue ao engenheiro ambiental da MVV, André Maia, em recente encontro na sede do instituto, em Maceió. Todo o processo para a emissão da autorização passou por acompanhamento no Sistema Nacional de Controle da Origem dos Produtos Florestais (Sinaflor) do IBAMA e análise dos técnicos do IMA.

“Observando todas as condicionantes emitidas de autorização, a Mineração Vale Verde vai poder executar a supressão do que foi solicitado, do que foi autorizado, observando os preceitos legais e as condicionantes impostas na autorização”, destacou Epitácio Correia de Farias Júnior, gerente de Fauna, Flora e Unidades de Conservação do IMA, na ocasião da entrega do documento.

Para a MVV, a autorização reforça o cuidadoso trabalho desenvolvido à execução do projeto e os cuidados com o meio ambiente.

“O recebimento da Autorização de Supressão Vegetal pela IMA marca o início das obras relativas a implantação de um sonho a tempos adormecido, que é a Mina de Cobre da Mineração Vale Verde, empreendimento que trará diversos empregos diretos e indiretos, assim como auxílio no já crescente desenvolvimento da região”, comemorou André Maia.

André Maia, engenheiro ambiental da MVV, recebe documento do IMA
André Maia, engenheiro ambiental da MVV, recebe documento das mãos do gerente do IMA, Epitácio Correia Júnior
André Maia, engenheiro ambiental da MVV, recebe documento das mãos do gerente do IMA, Epitácio Correia Júnior
Autorização de Supressão Vegetal emitida pelo IMA a MVV