Great Panther adquire mineradora de ouro no Brasil por US $ 105 milhões

A Great Panther Silver (NYSE: GPL) adquiriu a mineradora brasileira de ouro Beadell Resource em um acordo de ações por US $ 105 milhões A entidade combinada terá três minas produtoras em três jurisdições de mineração e um projeto de estágio avançado.

A Great Panther, que espera produzir 4 milhões de onças equivalentes de prata em 2018, adicionará 130.000 onças de ouro da produção esperada da Beadell em 2018. A aquisição não foi calorosamente recebida. O preço das ações da Great Panther caiu 5%, para US $ 1,16 por ação.O CEO das entidades combinadas elogiou o negócio.

“Esta é uma transação transformadora para os acionistas da Great Panther and Beadell”, disse James Bannantine, presidente e CEO da Great Panther, em um comunicado. “A Great Panther tem crescido e otimizado suas operações no México, adquirido e avançado seu projeto Coricancha no Peru, e agora está posicionada para adicionar uma mina produtora considerável no Brasil com potencial de exploração excepcional.”

A Dra. Nicole Adshead-Bell, CEO e diretora administrativa da Beadell, se juntará ao Conselho de Administração da Great Panther após a conclusão da transação.

A Beadell opera a Mina de Ouro Tucano, 100% do Estado do Amapá, no norte do Brasil. O Tucano faz parte de um terreno de aproximadamente 2.500 quilômetros quadrados localizado no terreno greenstone, pouco explorado na era birimiana. A Beadell continua no caminho para a conclusão de uma atualização da planta de Tucano até o início de novembro de 2018.

Fonte: O Petróleo