Futuros do minério de ferro na China sobem com fortes margens na produção do aço

Os contratos futuros de minério de ferro na China subiram quase 7 por cento ao nível mais alto desde março, sustentados por fortes margens dos produtores de aço da China, enquanto a luta antipoluição de Pequim reduz a oferta do maior produtor mundial. Os preços do vergalhão de aço subiram mais de 1 por cento, para uma alta de quase cinco anos e meio, enquanto o coque subiu quase 5 por cento, para o mais alto nível em quase um ano.

Os ganhos de preço também vieram depois que a China propôs tarifas de retaliação de 60 bilhões de dólares em mercadorias norte-americanas na sexta-feira, enquanto um alto diplomata chinês duvidava das perspectivas de negociações com Washington para resolver seu conflito comercial. O contrato de minério de ferro mais negociado em setembro na Bolsa de Mercadorias de Dalian subiu até 6,5 por cento, para 512,50 iuanes (75 dólares) a tonelada, o mais alto nível desde 9 de março. O contrato fechou com alta de 4,5 por cento, a 502,50 iuanes.

“Os preços do minério de ferro são impulsionados pelas fortes margens do aço, e há mais por vir”, disse um comerciante de minério de ferro de Cingapura. O vergalhão de outubro mais ativo da Bolsa de Futuros de Xangai encerrou com alta de 1,3 por cento, a 4.224 iuanes por tonelada, perto de um pico de cinco anos e meio de 4.243 iuanes por tonelada em 1º de agosto. O carvão metalúrgico subiu 3,2 por cento, para fechar em 1.231 iuanes por tonelada, após ter atingido 1.241
iuanes, o maior nível desde 19 de junho.

Fonte: Reuters