Recuperação Ambiental em Santo Antônio do Grama (MG) é concluída

Anglo American encerra a limpeza da polpa de minério que vazou do mineroduto no ribeirão e em propriedade rural na região

 

A Anglo American concluiu a limpeza dos impactos causados pelos incidentes com o mineroduto da empresa, que ocorreram nos dias 12 e 29 de março, na cidade de Santo Antônio do Grama (MG).   A partir de agora, dará início à execução do plano de recuperação de áreas degradadas (PRAD) do município, em parceria com os órgãos ambientais e os proprietários rurais. O objetivo é recompor não só as matas ciliares do córrego, mas, também, outras áreas impactadas por diversas atividades de uso e ocupação do solo.

 

No processo de recuperação, a Anglo American retirou polpa de minério num trecho de 11 quilômetros do ribeirão Santo Antônio do Grama.  Para minimizar possíveis impactos durante a remoção da polpa, a empresa usou técnicas manuais e máquinas de sucção à vácuo, que variaram conforme a quantidade e camadas do rio atingidas. O processo foi acompanhado pelos órgãos ambientais.  A ação incluiu a atuação de cinco empresas especializadas em cada uma das frentes dos trabalhos – recuperação de áreas degradas, equipamentos de caminhões de vácuo e emergências ambientais – para garantir a aplicação das melhores técnicas e recursos. Também foi concluída recuperação do pasto da propriedade rural atingida por um dos vazamentos do mineroduto.

 

Uma vistoria final realizada pelo NEA (Núcleo de Emergências Ambientais) da Semad/MG atestou que o processo de limpeza foi concluído satisfatoriamente.

 

Os principais indicadores da qualidade da água do ribeirão estão dentro dos parâmetros registrados antes do incidente do mineroduto.   As condições da água do ribeirão Santo Antônio do Grama foram reestabelecidas.

 

Os valores dos principais parâmetros de avaliação, tais como PH e oxigênio dissolvido – fundamentais para garantir condições ideais para a fauna aquática -, registram resultados dentro dos limites legais. Outro indicador relevante, que segue com valores estáveis, é o de condutividade elétrica, o que indica que não há impactos de metais e sais na água. A companhia irá manter o monitoramento da água, em 17 pontos, para acompanhamento dos órgãos ambientais e segurança. Anglo American irá prosseguir também com os estudos e acompanhamento da biota (conjunto de fauna e flora). Não foi registrado impacto irreversível dos incidentes nesse ecossistema.

 

Outras informações no vídeo:  https://goo.gl/Lhryo7

 

—————

 

ENVIRONMENTAL RECOVERY IN SANTO ANTÔNIO DO GRAMA (MG) IS CONCLUDED

Anglo American has finished the cleanup of the iron ore slurry that leaked from the pipeline into the local creek and a neighboring farm

 

Anglo American has completed the cleanup of the impacts caused by the incidents with the Company’s pipeline on March 12 and 29, in the city of Santo Antonio do Grama, Minas Gerais. Now the Company will start implementing the plan for the recovery of the degraded areas (PRAD) in the municipality, in a joint effort with the environmental entities and the landowners. The objective is to reclaim not only the riparian vegetation along the creek but also other areas impacted by other land use and occupation activities.

 

In the recovery process, Anglo American removed iron ore slurry from a stretch of the Santo Antonio do Grama creek. To minimize possible impacts during the removal of the slurry, the company used both manual approaches and vacuum suction pumps, depending on the quantity of material and layers of the river which had received the deposit. The process was overseen by the environmental authorities. The action included the participation of five specialized companies at each one of the work fronts – recovery of degraded areas, vacuum pump trucks and environmental emergencies – to optimize the efficiency of the techniques and resources deployed. The pasture land of the rural property affected by one of the pipeline leaks has also been restored.

A final inspection was carried out by the Environmental Emergency Center – NEA (Núcleo de Emergências Ambientais) of the State Environmental Department – Semad/MG, confirming that the cleanup process had been satisfactorily concluded.

The main indicators of the water quality of the creek are within the parameters reported before the pipeline incidents, showing that the conditions of the Santo Antonio do Grama creek have therefore been restored.

The values of the main evaluation parameters, such as pH and dissolved oxygen, fundamental to assure optimal conditions for aquatic fauna, reported results within the legal limits. Another relevant indicator which continues showing stable values is that of electric conductivity, showing there are no impacts of metals and salts in the water. The Company will continue monitoring the water at 17 points to assure safety and allow the continued oversight by the environmental entities. Anglo American will also proceed with the studies and monitoring of the biota (fauna and flora). No irreversible impacts of the incidents to this ecosystem have been reported.

Fonte: Anglo American