Misterioso asteroide ‘exilado’ encontrado nos confins do Sistema Solar

Os astrônomos encontraram um asteroide raro nos confins do Sistema Solar, a quatro bilhões de quilômetros da Terra. Segundo um estudo publicado na revista The Astrophysical Journal Letters, o 2004 EW95 é um asteroide rico em carbono que atualmente orbita no cinturão de Kuiper, uma região fria além da órbita de Netuno. É o primeiro asteroide deste tipo a ser encontrado tão longe do Sol.

Esse objeto curioso, com cerca de 300 quilômetros de diâmetro, pode ser uma relíquia do Sistema Solar primordial. Acredita-se que ele tenha se formado no cinturão de asteroides que orbitam entre Marte e Júpiter, mas migraram para seu local atual no cinturão de Kuiper, a bilhões de quilômetros de sua origem, explicaram os cientistas.

Wesley Fraser, um astrônomo da Queen’s University Belfast (Irlanda do Norte, Reino Unido), notou algo de anormal em um dos asteroides distantes monitorados por ele enquanto realizava observações de rotina com o Telescópio Espacial Hubble. Tratava-se de um espectro de reflexão que era claramente distinto de outros objetos no Sistema Solar.

Depois de fazer medições mais detalhadas por meio do chamado Telescópio Europeu Extremamente Grande do Observatório Europeu do Sul, a equipe determinou que o objeto se havia formado a partir de carbono, o que sugere que teve origem no Sistema Solar interno.

Essa ideia foi confirmada pela presença de certos minerais, como óxidos de ferro e filossilicatos, que nunca antes foram encontrados em um asteroide do cinturão de Kuiper, e são outro indicador de que surgiu pela primeira vez mais perto do Sol.

Fonte: Sputnik