Rio Grande do Sul pode ter reservas de níquel semelhantes as do Canadá e da Rússia

Estudo realizado pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM) indica a possibilidade de o Rio Grande do Sul hospedar jazidas de níquel semelhantes às existentes em países como Canadá e Rússia. O levantamento, realizado por cerca de três anos e concluído no fim de 2017, analisou o solo na fração sul da Bacia Geológica do Paraná, que engloba todo o território gaúcho. A bacia, em sua totalidade, se estende do norte do Uruguai ao centro-oeste do Brasil.