Mineradora é multada em R$ 72 milhões por rompimentos de mineroduto na Zona da Mata

O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais (IBAMA), aplicou multa de R$ 72,6 milhões à mineradora Anglo American, devido aos dois rompimentos no mineroduto Minas-Rio, na altura de Santo Antônio do Grama, na Zona da Mata. Foram emitidos cinco autos de infração. Do total da multa, R$ 40 milhões se referem ao primeiro vazamento e outros 32,5 milhões ao segundo.

As causas dos vazamentos estão sendo investigadas. Diante da situação. A mineradora anunciou a paralisação de suas operações por cerca de 90 dias. A partir do 17 de abril, parte dos empregados que trabalham na mina, na usina e na planta de filtragem vão ter férias coletivas, por ao menos 30 dias.

Na Coluna de Meio Ambiente, o coordenador do projeto Manuelzão da UFMG, professor Marcus Polignano, elogia a aplicação da multa, mas critica a falta de efetividade do pagamento. Segundo ele, em sua maioria, as empresas recorrem na Justiça para adiar o pagamento e ajudar a recuperar as áreas atingidas.

Fonte: UFMG