Explosão em mina deixa mortos e feridos na Bolívia

Uma explosão em uma mina no oeste da Bolívia causou a morte de oito pessoas e deixou outras 12 feridas, por causas que ainda estão sendo investigadas, informou nesta quarta-feira (11) uma fonte oficial. O ministro de Interior da Bolívia, Carlos Romero, disse aos meios de comunicação do país que o incidente aconteceu na madrugada desta quarta-feira, quando operários de Huanuni, um centro de exploração de minério próximo a Oruro (oeste), “estavam entrando na mina”.

Os feridos foram transferidos ao centro de saúde de Huanuni e a hospitais da cidade vizinha de Oruro, alguns em estado grave ou crítico, segundo boletins médicos. A maioria sofreu contusões múltiplas e fraturas, vários deles foram operados e um deles teve a perna amputada, de acordo com estes relatórios. A Central Operária Boliviana (COB) declarou luto nacional de 30 dias, ao qual se somaram outros sindicatos, e pediu ao governo a presença militar e policial na mina, por temor de que volte a ocorrer uma tragédia similar.

O presidente da COB, Juan Carlos Huarachi, afirmou à imprensa que os responsáveis da explosão foram os chamados “jukus”, ladrões de minerais, embora as autoridades ainda não tenham determinado as causas. Por sua parte, o presidente da Bolívia, Evo Morales, pediu uma investigação imediata aos ministérios de Interior, Justiça e Mineração, ao mesmo tempo em que expressou sua solidariedade às famílias dos mortos e feridos.

Fonte: G1