Empresas esperam excluir aço semiacabado de tarifa

Várias companhias siderúrgicas nos Estados Unidos e na Europa têm expectativa de que Washington e Bruxelas poderão excluir da sobretaxa de 25% as importações de aço semiacabado – algo que reduziria bastante o impacto da restrição sobre o Brasil.
As siderúrgicas da Califórnia estão entre as que mais insistem com o Departamento de Comércio dos EUA devido à sua dependência em relação à importação de aço semiacabado. Algumas só processam o produto importado e alegam que, sem isso, haverá perda de produção e desemprego, ao contrário do objetivo propagado pela Casa Branca.
Segundo fonte do setor, na Europa o sentimento é de que a salvaguarda que a Comissão Europeia pretende adotar, para proteger seu mercado do aço que não poderá entrar nos EUA, deve ter isenções, porque várias siderúrgicas do continente também necessitam do aço semiacabado importado.

Fonte: Valor Econômico