Bolsas da Europa fecham no negativo com commodities

As bolsas da Europa fecharam no negativo nesta segunda-feira, com as ações dos bancos perdendo força e as empresas de commodities. As ações das empresas de tecnologia avançaram sustentadas pela Apple.

Ao final, o índice Stoxx Europe 600 ficou em queda de 0,19% a 399.80, em Londres; o FTSE-MIB (Milão) ficou em queda de 0,23% aos 23.801; o Ibex 35 (Madri) ficou em queda de 0,38% aos 10.555; o DAX 30 (Frankfurt) recuou 0,12% a 13.324; o FTSE-100 (Londres) ficou em alta de 0,08% a 7.671; o CAC 40 (Paris) caiu 0,14% aos 5.521; e o PSI-20 (Lisboa) recuou 0,66% aos 5.730. O euro caiu 0,52% para US $ 1,2347 dando um fôlego para os exportadores. A libra caiu 0,75% para $ 1.4032 de $ 1.4160 no fechamento de sexta-feira.

As ações da AMS AG subiram 19,15%, depois que a austríaca fabricante de chips disse que as receitas do quarto trimestre subiram 252%, ajudando todo o ano 2017 as receitas chegam em um recorde de € 1,06 bilhão. A AMS, cuja tecnologia de sensores ajuda a alimentar a Apple com o recurso de reconhecimento facial do iPhone X, também elevou sua previsão de receita para 2016-2019 para compor um crescimento anual de 60%. As ações subiram 17%, liderando o Stoxx Europe 600,Technology Index FX8 em 0,48%, embora o índice pan-europeu tenha fechado em queda.

As ações do Bankia SA caíram 4,3% depois que o banco espanhol sofreu perda no quarto trimestre.

As ações da Anglo American PLC ganharam 1,2% depois que a mineradora disse ter vendido o projeto de carvão térmico New Largo e a mina de carvão fechado Old New Largo na África do Sul por 850 milhões de rand (US $ 71,5 milhões) em dinheiro.

Fonte: Último Instante

O setor de mineração também apresentou reação com os preços do cobre, queda de 0,23% ao final do dia.