Cobre opera em queda, diante de aumento nos estoques do metal

Às 10h20 (de Brasília), o cobre recuava 2%, a US$ 6.673 a tonelada, na London Metal Exchange (LME). Às 10h35, o cobre para março caía 2,06%, a US$ 3,0265 a libra-peso, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex).

“Nós temos tido uma elevação nos estoques da LME nesta manhã, após uma longa série de recuos, e isso pode ter assustado o mercado”, afirmou Robin Bhar, diretor de pesquisa em metais do Société Générale. O cobre e outros metais poderiam também ser pressionados se a China não cumprir com os cortes sazonais na produção de metais, disse Nitesh Shah, estrategista de commodities da ETF Securities.

A China, maior mercado global de metais, tem registrado dados econômicos mais fracos nos últimos meses, o que leva os preços para baixo, segundo analistas. Entre outros metais básicos negociados na LME, o alumínio subia 0,23%, a US$ 2.074 a tonelada, o chumbo recuava 0,08%, a US$ 2.503 a tonelada, o estanho operava estável, a US$ 19.530 a tonelada, o zinco caía mais de 1%, a US$ 3.144,50 a tonelada, e o níquel tinha baixa de mais de 2%, a US$ 11.135 a tonelada.

Fonte: Dow Jones Newswires