Rio Tinto sobe embarque de minério de ferro de olho em meta anual

 A mineradora Rio Tinto anunciou nesta terça-feira que elevou seus embarques de minério de ferro no terceiro trimestre em 6 por cento, após a modernização do seu transporte ferroviário no interior australiano, mas cortou sua meta de produção de cobre devido a atrasos em uma grande mina no Chile.

A Rio Tinto, que compete com a Vale e a BHP Billiton no mercado transoceânico de minério de ferro, manteve sua meta de exportar 330 milhões de toneladas da matéria-prima siderúrgica em 2017.

O trimestre forte vem após uma primeira metade do ano lenta, quando o mau tempo e a manutenção de trilhos comprimiu a produção de minério de ferro.

“O negócio funcionou muito bem no trimestre terminado em setembro, com um forte desempenho de produção trimestral e uma onda de melhorias de produtividade incorporadas em nossas operações”, afirmou o presidente-executivo da Rio Tinto, Jean-Sebastien Jacques, em um comunicado.

Os embarques de minério de ferro totalizaram 85,8 milhões de toneladas no terceiro trimestre, contra 80,9 milhões no mesmo período do ano passado, informou a Rio Tinto. A UBS havia previsto embarques de 84,6 milhões de toneladas no terceiro trimestre.

Em contrapartida, a Rio Tinto cortou suas metas de produção de cobre para 2017 para o intervalo entre 460 mil e 480 mil toneladas, ante o intervalo entre 500 mil e 550 mil toneladas anunciadas anteriormente, atingidas por atrasos na mina Escondida, no Chile, na qual detém 30 por cento de participação.

Fonte: Exame