Ouro fecha em baixa, com dólar mais forte

O contrato futuro de ouro fechou em baixa nesta segunda-feira, 18, no quinto declínio nos preços do metal precioso nas últimas seis sessões, com a alta do dólar em relação a outras moedas principais, como o iene e o euro.

 Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o contrato de ouro para dezembro fechou em queda de 1,09%, a US$ 1.310,80 por onça-troy.

 No início do mês, os preços do ouro atingiram o nível mais alto em mais de um ano, ultrapassando a marca dos US$ 1.250,00 por onça-troy, mas voltaram a cair após um arrefecimento das tensões entre Estados Unidos e Coreia do Norte, com o fortalecimento da moeda americano. Um dólar mais forte torna o ouro mais caro para investidores que operam em outras divisas.

Com a turbulência geopolítica de escanteio nas últimas sessões, a preferência dos investidores passou a ser por ativos mais arriscados, com os mercados acionários americanos renovando sucessivas máximas. “O mercado está muito confortável”, disse o vice-presidente sênior da Dillon Gage Metals, Walter Pehowich. “O dólar mais forte e os rendimentos mais fortes dos Treasuries continuarão a pressionar os metais”, afirmou.

 Nesta semana, também está no radar do mercado a reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) na próxima quarta-feira. Embora um aumento nos juros não esteja sendo esperado, indícios sobre o ritmo de aperto monetário do banco central podem influenciar os preços do ouro.

Fonte: IstoÉ