Ouro fecha em leve alta, em oposição ao movimento do dólar no exterior

Os contratos futuros de ouro encerraram o pregão desta quinta-feira, 14, em leve alta, impulsionados pela desvalorização do dólar no mercado internacional.

Na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro para dezembro teve baixa de US$ 1,30 (-0,10%), a US$ 1.329,30 por onça-troy.

 Mais cedo, o Departamento do Trabalho informou que a inflação mensal medida pelo índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) acelerou de 0,1% em julho para 0,4% em agosto.

Apesar do indicador sugerir apostas de alta de juros em breve pelo Federal Reserve (Fed, o banco central americano), o dólar teve reação de queda. Quando a cotação da moeda americana cai, o ouro tende a subir.

 A interpretação de parte do mercado é de que, apesar da alta da inflação, os preços subiram de forma pontual por causa dos efeitos do furacão Irma. “Por causa disso, os fatores econômicos chave podem obstruir os planos de alta de juros pelo Fed”, argumentou a analista-chefe de mercados da AvaTrade, Adrienne Murphy.

Fonte: IstoÉ