Ouro fecha em queda, com menor cautela nos mercados sobre Coreia do Norte e Irma

Os contratos futuros de ouro encerraram o pregão desta terça-feira, 12, em queda, após o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) ter aprovado sanções contra a Coreia do Norte menos agressivas do que o esperado anteriormente, o que gerou percepção de abrandamento das tensões geopolíticas.

 Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro para dezembro fechou em queda de 0,22%, a US$ 1.332,70 por onça-troy.

 Os Estados Unidos suavizaram o projeto de resolução apresentado no Conselho de Segurança na noite de segunda-feira, pressionados pela China e Rússia. A resolução aprovada, segundo analistas, removeu um pouco da cautela nos mercados. “Isso é claramente um alívio para os participantes do mercado e está aumentando o apetite a risco”, apontou o Commerzbank em nota.

 A demanda por ativos mais seguros também diminuiu devido a avaliação de que os estragos causados pelo furacão Irma, agora rebaixado para depressão tropical, foram menos severos do que o estimado. Além disso, o dólar mais forte também pesou sobre a demanda pelo ouro.

Fonte: IstoÉ