Moradores de Olímpia receberão água mineral do Aquífero Guarani

Melhorias na qualidade da água e na segurança de abastecimento da cidade foram assuntos do encontro do prefeito da Estância Turística de Olímpia, Fernando Cunha, com o Ministro das Cidades, Bruno Araújo, na última terça-feira, dia 07, em Brasília. A audiência teve a participação inédita de outro ministro do Governo Federal, o senador licenciado e Ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira Filho, responsável pelo agendamento da reunião.

Durante a oportunidade, o prefeito solicitou e apresentou a Bruno Araújo uma nova concepção do sistema de abastecimento de água com a perfuração de um poço profundo em substituição ao antigo projeto de captação de água superficial através do Rio Cachoeirinha, cuja cota de inundação é bastante instável, principalmente no período da seca. A mudança de proposta representa aos cofres públicos uma economia de aproximadamente R$ 8 milhões.

“Nosso município de Olímpia está localizado sobre um dos maiores aquíferos do planeta, atualmente explorado unicamente para recreação, portanto ele oferece condições seguras para captação e abastecimento da população com água mineral sem qualquer tipo de contaminação. Com a nova concepção por meio de Poço Profundo captando água do Aquífero Guarani, daríamos um importante salto para resolver o problema de falta de água na cidade”, afirmou o prefeito ao Ministro.

Os custos para a implantação de todo o sistema será de aproximadamente R$ 15 milhões do Governo Federal, com uma contrapartida de quase R$ 1 milhão do município. O projeto também contempla a conclusão das obras da ETA – Estação de Tratamento de Água da cidade e a ampliação do Sistema de Abastecimento de Água. Será feita uma nova rede de distribuição que se inicia atrás da APAE (CECAP) e vai até as COHAB I e II, abastecendo todos os reservatórios e substituindo os poços existentes. Outra linha segue pela Avenida Mário Vieira Marcondes e conecta com as águas do centro até a Rua São João.

“Tendo um padrinho desses, o chanceler da república, acompanhando o senhor, não tem como não atendê-lo”, comentou o ministro Bruno Araújo em alusão à presença de Aloysio Nunes que, antes do encontro, havia adiantado ao ministro das Cidades que o prefeito Fernando é um engenheiro e gestor experiente e qualificado.

Após a aprovação, Bruno Araújo deu conhecimento ao secretário nacional de Saneamento Ambiental, Olavo de Andrade Lima, sobre o projeto de Olímpia, que foi apresentado para análise na Superintendência da Caixa Econômica Federal de São José do Rio Preto. Com o encaminhamento do projeto executivo ao Ministério das Cidades, as obras para a implantação do novo sistema de abastecimento deverão começar no segundo semestre deste ano.

Fonte: Planeta News