Mineradora investe mais R$ 8 milhões na produção de sal no Amazonas

MANAUS - A empresa PB (Potássio do Brasil) inicia nos próximos meses prospecções em duas jazidas de cloreto de potássio e de sódio existentes na bacia sedimentar do Amazonas. Uma localizada na comunidade de Novo Remanso e outra próxima ao porto da Hermasa, ambas no município de Itacoatiara, à margem esquerda do rio Amazonas (distante 270 quilômetros de Manaus). Além dos sais de potássio e sódio, em dois furos já realizados, a mineradora encontrou porções significativas de sulfato de potássio, minério que pode ser comercializado na forma de enxofre, utilizado também como fertilizante. Os investimentos para o desenvolvimento do projeto estão estimados entre R$ 6 milhões e R$ 8 milhões.