Anglo American apresenta exemplos de boas práticas socioambientais

Patrocinadora Ouro da EXPOSIBRAM Amazônia 2010, a Anglo American apresenta em seu estande os casos bem-sucedidos de desenvolvimento sustentável trabalhados ao longo de mais de 30 anos de atividade mineradora no Brasil. A empresa tem operações instaladas em diversas localidades no país, sempre preocupada não apenas em preservar os recursos naturais nas regiões onde está presente, mas utilizá-los de forma racional e desenvolver ações que busquem melhorias efetivas na relação da indústria com o meio ambiente e a sociedade, prezando pelo envolvimento das comunidades que vivem próximas às suas instalações.

O Projeto Barro Alto, da Unidade de Negócio Níquel, é um exemplo de como aplicar boas práticas à mineração. Na planta será realizado o reuso total da água, que passará pelo circuito fechado de toda a operação -. A unidade conduz ainda estudos de viabilidade nas reservas de Jacaré (PA) e Morro Sem Boné (MS) A Anglo American Brasil está investindo US$ 1,8 bilhão no Projeto Barro Alto, em Goiás, para ampliar a produção de ferroníquel da empresa, que já conta com operações em Niquelândia, no mesmo Estado. O startup do Projeto deve acontecer no primeiro trimestre de 2011.

As obras de implantação do Projeto Minas-Rio, da unidade de Negócio Minério de Ferro do Brasil, também levam em conta as boas práticas ambientais. Exemplo é o cuidado na obra de implantação do mineroduto em passagens de rios. A Anglo American está utilizando a técnica construtiva de furos direcionais (HDD – Horizontal Directional Drilling) – que consiste na passagem da tubulação abaixo do leito do rio e que tem como principal vantagem a não agressão ao meio ambiente. O projeto Minas-Rio, é o maior investimento da Anglo American no mundo, com aportes de US$ 4,5 bilhões. Quando entrar em operação, o projeto terá capacidade de produzir 26,5 milhões de toneladas anuais de minério de ferro (pellet feed).

Além do projeto Minas-Rio, a Unidade de Negócio Minério de Ferro do Brasil também é formada pelo Sistema Amapá, em operação desde 2007. Neste ano, a empresa irá produzir 4 milhões de toneladas de minério de ferro. Atualmente, o faturamento da Anglo American representa 15% do PIB do Estado, e 65% das exportações do Amapá.

A sustentabilidade do negócio em operação é comprovado pela atuação da empresa no Amapá. Em 2009, a Anglo American investiu R$ 4 milhões em projetos socioambientais desenvolvidos no Estado. A empresa apoia 16 projetos sociais focados na educação e geração de renda, que beneficiam cerca de 7 mil pessoas na região.

Fonte: IBRAM