CSN: lucro cresce 674,7% no 4ºtri08, para R$ 3,936 bilhão

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) teve lucro líquido de R$ 3,936 bilhões no quarto trimestre de 2008, resultado 674,7% superior ao lucro de R$ 508,098 milhões registrado em igual intervalo do ano anterior. A linha final do resultado de outubro a dezembro, inédito para o período, foi beneficiada por uma receita não operacional de cerca de R$ 4 bilhões pela venda de uma participação na mineradora Namisa.

A receita líquida de vendas subiu para R$ 3,389 bilhões no quarto trimestre do ano passado, contra R$ 3,012 bilhões um ano antes. O lucro bruto aumentou para R$ 1,979 bilhão, ante R$ 1,192 bilhão. O resultado líquido foi negativo em R$ 1,394 bilhão nos três últimos meses de 2008, ante despesa financeira líquida de R$ 184,999 milhões. O Ebitda totalizou R$ 1,518 bilhão, ante R$ 1,266 bilhão. A margem Ebitda foi de 51,9%, ante 42%. No acumulado de 2008, a CSN teve lucro líquido e Ebitda recordes. O lucro líquido foi de R$ 5,774 bilhões, aumento de 93% sobre o lucro de R$ 2,922 bilhão em 2007.

O Ebitda, por sua vez, cresceu para R$ 6,593 bilhões (margem de 47,1%), ante R$ 4,870 bilhões (margem de 42,6%). A receita líquida anual de vendas subiu para R$ 14,002 bilhões, contra R$ 11,440 bilhões. O lucro bruto passou de R$ 4,766 bilhões em 2007 para R$ 7,026 bilhões nos 12 meses do ano passado. O resultado financeiro foi negativo em R$ 2,780 bilhões em 2008, contra receita financeira líquida de R$ 316,237 milhões no ano anterior.